Manual Therapy, Posturology & Rehabilitation Journal
http://www.mtprehabjournal.com/doi/10.17784/mtprehabjournal.2018.16.601
Manual Therapy, Posturology & Rehabilitation Journal
Review

Reasons for adherence and abandonment of physical activity

Larisse Lima Vieira, Vivian de Oliveira, Afonso Antonio Machado, Ivan Wallan Tertuliano

Downloads: 0
Views: 36

Abstract

Background: The practice of physical activity appropriate to individual conditions and with proper education, brings physical, psychological and social benefits. Objectives: To investigate the main reasons for the adherence and the abandonment of the practice of physical activity. Method: The present work consists of a review study of a propositional type (reflection journal writing) on the reasons of adherence and abandonment to the practice of physical activity. Results: The results showed that among the reasons cited for adherence to physical exercise are the search for: health, aesthetics/physical appearance, socialization, medical order, improvement of physical fitness and quality of life, leisure, well-being, control of corporal weight, competition, pleasure and satisfaction in the practice of exercise, among others. On the other hand, among the reasons for abandonment are: lack of time, laziness, gym distant from the home or work, high cost, influence of the family or media, and work routine. Conclusion: Through the findings, it can be concluded that there is a need for attention by physical education professionals, in addition to the use of efficient strategies to motivate students, with the purpose of getting them to adhere the practice of physical activity and, with that, less people will give up the regular practice of systematized physical activities.

Keywords

Physical Activity; Motivation; Exercise; Sport Psychology

References

1. Saba F. Aderência: a prática do exercício físico em academias. Barueri: Manole; 2001.

2. Bento GG, Ferreira EG, Silva FC, Mattana PH, Silva R. Motivação para a prática de atividades físicas e esportivas de crianças: uma revisão sistemática. Rev Bras Atividade Física Saúde. 2017;22(1):13–23.

3. Kopcakova J, Veselska ZD, Geckova AM, Kalman M, van Dijk JP, Reijneveld SA. Do motives to undertake physical activity relate to physical activity in adolescent boys and girls? Int J Environ Res Public Health. 2015;12(7):7656–66.

4. Costa BVD, Bottcher LB, Kokubun E. Aderência a um programa de atividade física e fatores associados. Motriz. 2009;15(1):25–36.

5. Santos SC, Knijnik JD. Motivos de adesão à prática de atividade física na vida adulta intermediária. Rev Mackenzie Educ Física e Esporte. 2006;5(1):23–34.

6. Peixoto ISJ, Liberali R. Aderência e permanência em um programa de atividade física no município de Amargosa - Bahia. Rev Bras Obesidade, Nutr e emagrecimento. 2012;6(34):197–203.

7. Zamai CA, Bavoso D, Rodrigues AA, Barbosa JAS. Motivos de adesão, manutenção e resultados alcançados através da prática de atividades físicas em academias. Resma. 2016;3(2):13–22.

8. Oliveira ÉH. Aderência de praticantes de atividade física: discussão sobre a experiência de alunos de uma academia. [Trabalho de Conclusão de Curso]. Campinas: Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Educação Física; 2011.

9. Weinberg RS, Gould D. Fundamentos da psicologia do esporte e do exercício. 6th ed. Porto Alegre: ArtMed; 2017.

10. Liz CM, Crocetta TB, Viana MS, Brandt R, Andrade A. Aderência à prática de exercícios físicos em academias de ginástica. Motriz. 2010;16(1):181–8.

11. Sherwood NE, Jeffery RW. The behavioral determinants of exercise: Implications for physical activity interventions. Annu Rev Nutr. 2000;20:21–44.

12. Pitanga FJG. Epidemiologia da atividade física, exercício físico e saúde. 2nd ed. São Paulo: Phorte; 2004.

13. Guedes DP, Legnani RFS, Legnani E. Motivos para a prática de exercício físico em universitários e fatores associados. Rev Bras Educ Física e Esporte. 2012;26(4):679–89.

14. Lakatos EM, Marconi MA. Metodologia Científica. 6th ed. São Paulo: Atlas; 2011.

15. Telles TCB, Araruna LC, Almeida MS, Melo AK. Adesão e aderência ao exercício: um estudo bibliográfico. Rev Bras Psicol do Esporte. 2016;6(1):109–20.

16. Garay LC, Oliveira AP. Aderência e frequência em programas de atividades físicas: a influência de diferentes níveis de aptidão física. Rev Bras Ciência e Mov. 2012;20(1):56–64.

17. Araújo AC. Aderência e permanência de praticantes de exercício físico em academias de praticantes de Iratai, PR. Lect Educ Física y Deport. 2011;16(156).

18. Lopes P, Nunomura M. Motivação para a prática e permanência na Ginástica Artística de alto nível. Rev Bras Educ Física e Esporte. 2007;21(3):177–87.

19. Carvalho J, Soares J. Envelhecimento e força muscular: breve revisão. Rev Port Ciências do Desporto Port. 2004;4(3):79–93.

20. Mota J, Ribeiro JL, Carvalho J, Matos MG. Atividade física e qualidade de vida associada à saúde em idosos participantes e não participantes em programas regulares de atividade física. Rev Bras Educ Física e Esporte. 2006;20(3):219–25.

21. Torrilla E, Vargas Neto FX. Fatores motivacionais de aderência e permanência nos programas de atividade física em academia. Textura. 2001;(4):81–6.

22. Machado AA. Psicologia do esporte: da educação física escolar ao esporte de alto nível. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2006.

23. Gouvêa FC. Motivação e auto-eficácia no esporte e suas interferências no desempenho dos atletas. In: Dobranszky IA, Machado AA, editors. Delineamentos da psicologia do esporte: evolução e aplicação. Campinas: Tecnograf; 2000. p. 19–32.

24. Brandão MRF, Machado AA. Competências psicológicas no esporte infanto-juvenil. 1st ed. Várzea Paulista: Fontoura; 2016.

25. Samulski DM. Psicologia do Esporte: conceitos e novas perspectivas. Barueri: Manole; 2009.

26. Vierling KK, Standage M, Treasure DC. Predicting attitudes and physical activity in an “at-risk” minority youth sample: A test of self-determination theory. Psychol Sport Exerc. 2007;8(5):795–817.

27. Guimarães SÉR, Boruchovitch E. O estilo motivacional do professor e a motivação intrínseca dos estudantes: uma perspectiva da teoria da autodeterminação. Psicol Reflexão e Crítica. 2004;17(2):143–50.

28. Lavoura TN, Machado AA. A vergonha e sua relação com a prática esportiva: um estudo de caso. Motriz. 2007;13(1):64–71.

29. Nishijuka FA, Silva CGS, Duarte CV, Araújo CGS. Aptidão física préparticipação não influencia a aderência a um programa de exercício supervisionado. Arq Bras Cardiol. 2017;109(4):340–7.

30. Bartholomeu Neto J, Pinto JS, Silva JVP, Sales MM, Córdova C, Pereira LA, et al. Motivos do abandono de academias de ginástica por universitários com sobrepeso ou obesidade academics. Rev Bras Ciência e Mov. 2013;21(3):96–104.

5bc63f830e882523318efc3d mtprehab Articles
Links & Downloads

Man. Ther., Posturology Rehabil. J.

Share this page
Page Sections